novembro 18, 2008

espiral ascendente

Lígia Gomes Carneiro

espiral_purpleflowers_arizonaphoenix_500.jpg

"... como em tudo que envolve crescimento pessoal, a gente anda em uma espiral ascendente.

Imagina como se fosse uma montanha bem redondinha, com uma estrada que começa na base e chega lá no alto, dando voltas na montanha, e você vai andando. Na base, as voltas são muito grandes, e você não percebe que está subindo. Mas a cada volta completada, você percebe que contorna a montanha em menos tempo, com menos esforço (porque as voltas ficam menores) e tem mais percepção de que está subindo.

A cada volta completada, você vê a mesma paisagem, não é mesmo? PARECE que você está no mesmo ponto, mas não está! Porque você está em um lugar mais alto e a volta que dá é cada vez menor.

Então, cada vez que você acha que começa tudo de novo, que não deu certo, pensa que não é nada disso, que só está vendo a mesma paisagem de novo porque completou mais uma volta, e que a volta que completou te levou a um ponto mais alto, e foi menor que a anterior (por isso custou menos esforço) e que a seguinte levará a um lugar ainda mais alto e a um ponto ainda mais alto.

Daí fica simples... é só ir andando e vendo a paisagem de um ponto cada vez mais privilegiado.

[Imagem: flores do deserto no arizona, lilia lima]

Posted by Lilia at 02:29 PM | Comments (0)